Entrevistamos a musa do pop IZA e você vai se apaixonar ainda mais pela história dela

A cantora que lançou recentemente seu álbum "Dona de Mim" revela tudo sobre a carreira, história e novidades

Foto: Divulgação/ Rodolfo Magalhães

Um nome de três letras que dispensa sobrenome. Isabela Lima, a IZA (gritando mesmo, meu bem), estourou em 2017 e agora ninguém segura. Vocal potente, sem banda, batidas eletrônicas fortes compõem o som da artista que alcançou números astronômicos em pouquíssimo tempo.

Nascida em Olaria, Zona Norte do Rio, IZA ficou conhecida após o sucesso do hit “Pesadão” gravado em parceria com o cantor Falcão, da banda O Rappa, em 2017. O clipe chegou a ter 20 milhões de visualizações no Youtube em menos de dois meses, e hoje já soma 126 milhões. A partir daí, a cantora teve um boom na sua carreira e se tornou a musa do pop e, também, símbolo da representatividade feminina na música.

Iza vem deslanchando em produções próprias e parcerias, em sua maioria com músicas que trazem o empoderamento feminino e a independência da mulher como tema central. “Esse Brilho é Meu”, “Quem Sabe Sou Eu” e “Te Pegar” são sucessos que também já conquistaram o público. Quem vê seus clipes e apresentações de hoje não diz que é aquela menina tímida do primeiro vídeo, em 2013.

“Meu maior sonho sempre foi viver de música. E hoje eu posso dizer que a música é a minha profissão”

From Brazil para o mundo

Ainda no primeiro semestre de 2018, IZA lançou o seu primeiro álbum, “Dona de Mim” agora no fim de abril, pela Warner Music. Ela nos contou mais sobre o que o álbum traz: “Este álbum foi feito para mostrar que eu sou realmente dona de mim. As músicas falam de amor, paixão, sexo e união. Acredito que, com esse disco, as pessoas vão poder me conhecer melhor. Existem várias vozes, emoções e ritmos diferentes no álbum que conversam entre si e me classificam muito bem”, explica.

Ela é uma das cantoras que se joga nessa diversidade musical brasileira, cheia de cores e temperos do pop com demais gêneros musicais, como funk, sertanejo, rock e outros. Conta também que isso sempre foi muito próximo da sua realidade artística. “Eu sempre ouvi e gostei de tudo. Acho que dentro de cada estilo encontramos coisas maravilhosas e super enriquecedoras. Surgiram artistas incríveis e eu adoro esse tipo de música. Foi um ano intenso e cheio de coisas boas, que tem tudo para se repetir neste ano”.

Quer ver tudo o que a IZA nos revelou nessa entrevista exclusiva? É só continuar lendo na nossa revista digital Clubbing! Baixe aqui:

Deixe uma resposta

Baixe a segunda edição da Revista Clubbing

Vai chegar no seu email!

X