Lily & Nico: a paixão pelo house nas picapes dos DJs Lily Scott e Nicolas Abe

Com sets para a festa Combatchy, da cantora Anitta, show de Pabllo Vittar e Ludmilla na bagagem, os DJs se jogam no house e disco e conquistam casas como Club Yacht, Club Jerome e Lions Nightclub

Lily & Nico | Foto: Reprodução/Facebook Lily e NicoLily & Nico | Foto: Reprodução/Facebook Lily e Nico
Foto: Reprodução/Facebook Lily Scott
Foto: Reprodução/Facebook Lily Scott

Há uns dias batemos um papo com o fashion DJ Nicolas Abe, residente no Club Yacht, sobre sua trajetória nas festas em São Paulo. Mas além da trajetória individual, Abe explora outras identidades sonoras ao lado de Lily Scott, que também já passou por casas que são referências entre baladas paulistanas como o já mencionado Club Yacht, Club Jerome, Lions Nightclub, entre outras e agora buscam espaço com a dupla de DJs Lily & Nico

DJ e modelo Nicolas Abe | Foto: Reprodução/Facebook Nicolas Abe
Foto: Reprodução/Facebook Nicolas Abe

Arriscando-se em beats mais eletrônicos, focados em house music, deep house, tech house e disco, os DJs mostram-se sintonizados entre eles e em relação às tendências musicais também, já que neste ano tivemos alguns lançamentos mainstream que apostaram nessas vertentes da música eletrônica, caso de “One Kiss”, do Calvin Harris com a fada Dua Lipa, música toda trabalhada no house. Essa vontade de experimentar novos sons que não venham só da música pop, inclusive é um dos motivos que resultou na criação da dupla.

 

Dividimos a paixão pelo house, tech house e disco e não tocamos muito disso quando estamos “solo”, o projeto é bastante voltado para essas vertentes, mas não nos impede em nada de tocar músicas conhecidas pela galera (pelo contrário, aliás) e mais comerciais. Gostamos de apresentar músicas que fazem parte do nosso dia a dia e também de nossa história, mas também músicas atuais.

A minha essência é pop, eu amo pop, vendo o pop e venho do pop, hahaha! Mas, nesses anos como DJ e produtor de festas eu me apaixonei pela música eletrônica. O house é uma das minhas atuais apostas! Ando brincando bastante com os estilos e tem dado certo! Difícil me definir, até porque a cada dia eu que passa eu me interesso por coisas que nunca imaginei que fosse gostar. Sendo bem clichê, acho que dou um DJ eclético hahaha. Se for me meter a fazer algo, certamente vou dar o meu melhor independente da cena!

Fashion DJs

A conexão entre Lily & Nico, nome escolhido pela dupla, não se limita ao fato de ambos serem DJs. Além da música eles compartilham a paixão por moda e beleza que, unida à sede de novidades que o duo claramente têm, já rendeu momentos importantes na carreira dos dois. Juntos, eles tocaram duas vezes na Casa Sephora, por exemplo. Isso que é começar bem, hein? Mas também pudera, os dois somam várias experiências incríveis em eventos que exaltam toda a beleza da moda e irreverência da música.

 Quais os momentos mais marcantes da sua carreira?

Após tocar na Casa Sephora, assinei com a Sephora Brasil como DJ residente do The Sound of Beauty. Fui para Recife com a marca há duas semanas e estou me preparando pra embarcar pra Porto Alegre e, depois, uma semana intensa aqui em São Paulo. Também me marcou muito ter tocado no Milkshake Festival, Três anos seguidos de JUCA (Jogos universitários de Comunicação), Jurídicos, tocar em eventos da Benefit, Urban Decay, marcas de maquiagem que amo e da NYX Cosmetics, tocar no lançamento da coleção da C&A + Cia Marítima (…)

 Da minha carreira solo foram as milhares de trilhas que assinei pra desfiles de moda na Casa de Criadores. Isso me fez ver a minha profissão de um outro ângulo (…) Agora, com o projeto Lily & Nico tudo que conquistamos, mesmo com só alguns meses juntos, foram coisas marcantes pra mim. Já comandamos o som de eventos de grandes marcas como Sephora, Chilli Beans e Urban Decay e poder estarmos juntos nessa, com nossa vibe e amor à música tem sido maravilhoso.

 As parcerias com marcas conhecidas mostra que os DJs sabem onde querem chegar. E não são apenas esses eventos que mostram o potencial da dupla, não. Grandes artistas também são uma coisa que Lily e Nico tem em comum. A edição da festa Combatchy em São Paulo, que reuniu Anitta, Karol Conká e Claudia Leitte, contou com Nicolas Abe esquentando a pista antes das divas nacionais subirem ao palco. Lily também já abriu show da rapper Karol Conká, além de variados nomes da música brasileira como Pabllo Vittar, Daniela Mercury, Preta Gil, Criolo, Gabriel o Pensador e Ludmilla. Tá bom pra você, @?

Trabalhamos com noite e música há muito e quem conhece o Nicolas Abe e a mim, sabe um pouco o que esperar de nós na pista quando estamos sozinhos. Agora, o desafio é mostrar pras pessoas o que o nosso projeto em conjunto pode levar de sonoridade e de diferente de tudo o que apresentamos sozinhos até aqui.

Nova velha parceria

Profissionalmente, Lily & Nico formam um dos projetos que representa o frescor das baladas de São Paulo, mas o apoio pessoal sempre rolou entre os dois.

Nunca havíamos trabalhado juntos de fato. Até que um dia percebemos que estávamos no mesmo mood e decidimos arriscar. Agora é o momento. Unimos o útil ao agradável. Somos parecidos, viemos da mesma cena e estamos nos aventurando, explorando a música juntos e compartilhando referências.

Acompanhei o começo do Nico e ele o meu. Sempre separados, mas ainda assim, sempre juntos e próximos. O projeto surgiu da noite pro dia, na realidade. Sempre brincávamos com “ah, temos que tocar juntos um dia desses”, mas nunca o fizemos. Sempre houve a conexão, a sinergia e a vontade dessa troca, mas nada concreto. Bastou uma conversa de meia hora pra nos perguntarmos o porquê de não termos feito isso anos antes, hahaha. Acho que precisávamos nos encontrar de vez em um momento mais maduro de nossas carreiras para fazer acontecer da melhor maneira possível.

Fecha o close, mana

Todos os feitos de Lily & Nico deixam uma coisa bem clara: eles entendem e priorizam qualidade musical. Baladas são sempre permeadas por figuras icônicas, algumas acessíveis, outras mais adeptas ao close e carão, coisa que – em excesso – pode tornar-se uma dificuldade, como conta Lily.

É difícil contar uma história única e conquistar espaço numa cena em que as pessoas estão muito preocupadas com o ego e o close e muito menos com a música e como ela pode marcar e tocar o coração das pessoas. Nosso amor pela música é genuíno (…)  a pele arrepia quando a pista vibra, quando as pessoas reagem ao nosso set, quando em meio às nossas pesquisas de músicas encontramos algo incrível e que faz nossa alma vibrar, quando descobrimos novos artistas e bandas, enfim. Não nos leve a mal, nós AMAMOS O CLOSE, hahaha. Mas no fim do dia (e no começo dele também), somos movidos por uma paixão muito maior do que essa.

Nesta sexta, dia 13, a dupla vai fazer o Lions Nightclub tremer. Ao lado dos DJs residentes Fernando Moreno e Roque Castro, e do também convidado Gabriel Iodjahn, Lily & Nico seguem fervendo São Paulo com essa parceria que é garantia de vibe boa nas pistas. Quer garantir entrada preferencial e welcome drink? Vá de lista Clubbing, então 😉

Deixe uma resposta

Baixe a segunda edição da Revista Clubbing

Vai chegar no seu email!

X